Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bernanke dá sinais de que Fed está pronto para cortar juro

WASHINGTON - O chairman do Federal Reserve, Ben Bernanke, sinalizou nesta terça-feira estar pronto para cortar a taxa básica de juro norte-americana, uma mudança dramática de posição para dar suporte à economia, afetada por uma crise financeira de dimensões históricas.

Redação com agências |

Dados econômicos recentes e os desdobramentos do setor financeiro mostram que a perspectiva de crescimento piorou, disse Bernanke em pronunciamento preparado para ser apresentado em encontro da National Association for Business Economics.

"A combinação dos indicadores que têm saído com os acontecimentos financeiros recentes sugere que a perspectiva para o crescimento econômico piorou e que o risco de baixa no crescimento cresceram", enquanto que a perspectiva da inflação "melhorou um tanto", disse o presidente do Fed.

"À luz destes eventos, o Federal Reserve precisará considerar se a atual posição da política (monetária) continua apropriada", disse Bernanke.

Para Bernanke, "levando tudo em conta, a atividade econômica provavelmente ficará fraca durante o que resta deste ano e no próximo ano, e as tensões no setor financeiro podem muito bem prolongar o período de desempenho econômico fraco e fazer os riscos ao crescimento aumentarem ainda mais".

O presidente do Fed disse ainda que "os esforços contínuos para estabilizar os mercados financeiros são essenciais" e que a instabilidade dos mercados e a queda dos preços dos ativos "podem ter um impacto pesado na economia mais ampla, caso deixados sem controle".

Reação do mercado

A Bolsa de Nova York acelerou a queda e o índice Dow Jones Industrial caía 2,74%, apesar de que o presidente do Federal Reserve (Fed, banco central americano), Ben Bernanke, sugeriu em discurso uma redução da taxa básica de juros, como espera Wall Street.

O Dow Jones Industrial, índice mais importante de Wall Street, caía 272,87 pontos (-2,74%), para 9.682,63, após ter chegado a subir 1,69% no início do pregão.

O índice Nasdaq, no qual cota a maioria das empresas de tecnologia e informática, caía 54,58 pontos (-2,93%), para 1.808,38, enquanto o índice seletivo S&P 500 caía 29,48 pontos (-2,79%), para 1.027,41.

O indicador tradicional NYSE, que reúne todos os valores cotados na Bolsa de Nova York, caía 176,26 pontos (-2,61%), para 6.578,65.

(Com informações da Reuters, Agência Estado e Efe)

Mais notícias

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

 

Leia mais sobre Fed

Leia tudo sobre: fed

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG