Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Berlim prevê 30 bilhões de euros para sustentar a economia

O governo alemão poderá gastar até 30 bilhões de euros para sustentar a conjuntura por meio de diversas iniciativas que devem ser anunciadas na próxima semana, disse nesta quinta-feira uma porta-voz do ministério da Economia.

AFP |

"A integralidade desta soma não terá repercussão no orçamento federal", acrescentou.

As medidas atualmente preparadas pelos ministérios da Economia e das Finanças vão custar caro ao Estado: "Os gastos extras serão de cinco bilhões de euros por ano durante dois anos", disse ao jornal Handelsblatt, em matéria que será divulgada na edição de sexta-feira, o porta-voz do ministério das Finanças, Torsten Albig.

Segundo ele, este gasto extra não pode ser compensado com reduções em outros itens do orçamento porque isso "anularia o efeito benéfico do programa".

Entre as medidas citadas, que devem ser apresentadas na próxima quarta-feira em conselho de ministros, estão um alívio fiscal para os carros menos poluentes, um incentivo à renovação dos prédios que consomem muita energia, ou incentivos fiscais aos investimentos para as empresas.

A idéia é também melhorar o acesso de pequenas e médias empresas a financiamentos graças a uma garantia dada pelo Estado.

A chanceler Angela Merkel, que se nega a falar de "plano de retomada orçamentário", prometeu medidas "com alvos bem definidos, e corajosas."

aue/lm

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG