Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Benefícios para cana do NE não serão ampliados, diz Bertone

Brasília, 05 - O secretário de Produção e Agroenergia do Ministério da Agricultura, Manoel Bertone, afirmou hoje que os benefícios anunciados pelo governo no início de dezembro para apoio aos fornecedores de cana-de-açúcar da região Nordeste não serão ampliados a outras regiões do País. Não há recursos para um programa similar em caráter nacional, assim como não há a mesma necessidade dadas as diferenças econômicas regionais, afirmou.

Agência Estado |

Em dezembro, o governo anunciou uma política de subvenção econômica para os produtores independente de cana-de-açúcar da região Nordeste. A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) defendia a ampliação da política para os produtores de cana do Centro-Sul. A política anunciada pelo governo, estabelecida por meio da Medida Provisória (MP) 449, definia a garantia de preço de comercialização de R$ 40,92 por tonelada de cana-de-açúcar.

Na época, o governo definiu que a subvenção estaria limitada a R$ 5 por tonelada e a 10 mil toneladas por produtor. Além disso, o governo autorizar a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) a comprar açúcar na região e a vender o produto posteriormente. Há pouco, o presidente da Conab, Wagner Rossi, informou que o governo vai comprar 5,4 milhões de sacas de 60 quilos de açúcar. Num primeiro momento, a Conab vai comprar 1,8 milhão de sacas, volume que será dividido em vários leilões.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG