Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Bélgica, Holanda e Luxemburgo injetarão 11,2 bilhões de euros no Fortis

Os três países do Benelux (Bélgica, Holanda e Luxemburgo) vão injetar 11,2 bilhões de euros no banco Fortis, para tentar evitar a quebra da instituição, anunciou o primeiro-ministro belga, Yves Leterme, neste domingo à noite.

AFP |

Com essa nacionalização parcial, os três países tentam salvar o primeiro banco belga e segundo na Holanda das graves dificuldades pelas quais atravessa, devido à crise das hipotecas de risco nos Estados Unidos.

A Bélgica investirá 4,7 bilhões de euros, em troca de uma participação de 49% da filial bancária belga do grupo. A Holanda injetará 4 bilhões de euros por 49% da filial holandesa, e Luxemburgo desembolsará 2,5 bilhões pelo mesmo percentual da filial luxemburguesa.

Ao mesmo tempo, Fortis venderá ativos comprados no ano passado de seu concorrente holandês ABN Amro, declarou Leterme à imprensa, ao término de uma reunião de crise no mais alto nível para buscar uma solução para o Fortis.

O presidente do conselho de administração do banco, Maurice Lippens, entregará o cargo, acrescentou.

slb-ylf/tt

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG