FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) aceitará todos os bônus do governo grego como garantia por empréstimos, mesmo se as avaliações de crédito dos títulos continuarem caindo.

O movimento ocorre após a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciarem no domingo um pacote de 110 bilhões de euros para a Grécia, condicionado a cortes de gastos e aumentos de impostos.

FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) aceitará todos os bônus do governo grego como garantia por empréstimos, mesmo se as avaliações de crédito dos títulos continuarem caindo.

O movimento ocorre após a União Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI) anunciarem no domingo um pacote de 110 bilhões de euros para a Grécia, condicionado a cortes de gastos e aumentos de impostos.

O movimento também assegura que os bancos gregos continuarão tendo acesso a liquidez, mesmo se eles não obtiverem recursos nos mercados.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.