Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BCE manterá juros em 4,25% por causa das pressões inflacionárias

Frankfurt (Alemanha), 29 set (EFE).- O Banco Central Europeu (BCE) começou hoje sua reunião para discutir a política monetária, sem indicações prévias de que vai alterar as taxas de juros, que atualmente estão em 4,25%.

EFE |

Apesar do fato de que os mercados receberiam com bons olhos um corte dos juros, as pressões inflacionárias na eurozona, maior preocupação do BCE, persistem.

O presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, reiterou na terça-feira que a entidade monetária continuará fazendo uma distinção clara entre política monetária e abastecimento de liquidez, ou seja, entre conjuntura e inflação e crise financeira.

O banco HSBC Trinkaus lembrou que o BCE "reagiu até agora às distorções dos mercados financeiros com injeções adicionais de liquidez e não com uma redução das taxas de juros".

O banco europeu subiu as taxas pela última vez no começo de julho em 25 pontos básicos, para 4,25%, uma medida para enfrentar as pressões inflacionárias derivadas do encarecimento da energia e dos alimentos. EFE cv/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG