Frankfurt (Alemanha), 8 abr (EFE).- O Banco Central Europeu (BCE) manteve hoje os juros básicos de interesse na área do euro em 1%, o nível historicamente mais baixo, para apoiar a recuperação.

Frankfurt (Alemanha), 8 abr (EFE).- O Banco Central Europeu (BCE) manteve hoje os juros básicos de interesse na área do euro em 1%, o nível historicamente mais baixo, para apoiar a recuperação. A instituição europeia informou em Frankfurt que também deixou inalterada a facilidade marginal de crédito, pela qual empresta dinheiro aos bancos, em 1,75%. Foi mantida ainda a facilidade de depósito que remuneram depósitos overnight em bancos centrais nacionais, em 0,25%. Por sua vez, o Banco da Inglaterra manteve hoje sua taxa em 0,5% e a Austrália aumentou esta semana as taxas de juros em 0,25%, para 4,25%, graças à redução do desemprego e à recuperação do setor imobiliário. O BCE deixou o preço do dinheiro em 1% desde maio do ano passado para impulsionar a reativação da economia da zona do euro, em estagnação pelo quarto trimestre de 2009. A previsão dos analistas é para que o BCE deixe as taxas de juros neste nível ao longo deste ano para apoiar a recuperação de países como Grécia, Portugal e Espanha. Nesta quinta-feira, o presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, dará detalhes técnicos das garantias que vai aceitar em suas operações de refinanciamento. O BCE vai seguir aceitando ativos com uma classificação de risco de "BBB-" até o fim do ano, antes da crise só aceitava ativos que tivessem um rating de pelo menos "A-", mas o que fará com limitações. Deste modo, os bancos gregos, principais compradores da dívida estatal da Grécia, poderão seguir financiando-se no BCE, mas a um preço mais elevado. O risco da dívida grega disparou esta semana de novo diante da possibilidade que o déficit fiscal da Grécia seja mais elevado do que se havia calculado até agora e pelo desacordo dentro do Governo grego sobre o apoio do Fundo Monetário Internacional (FMI). EFE aia/dm
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.