O Banco Central Europeu (BCE) manteve sua taxa de referência inalterada em 1% ao ano, recorde de baixa, como o previsto, migrando a atenção dos investidores para a entrevista do presidente da instituição, Jean-Claude Trichet, prevista para às 9h30 (de Brasília), onde deve ser questionado sobre temores de fuga de capital da Grécia. <p><p>O mercado espera também que Trichet detalhe a nova estrutura referente aos colaterais aceitos pelo banco, anunciada no fim de março, pela qual os bancos poderão tomar empréstimos do BC utilizando títulos com classificação de risco mais baixa do que os que normalmente utilizados após 2010.

O Banco Central Europeu (BCE) manteve sua taxa de referência inalterada em 1% ao ano, recorde de baixa, como o previsto, migrando a atenção dos investidores para a entrevista do presidente da instituição, Jean-Claude Trichet, prevista para às 9h30 (de Brasília), onde deve ser questionado sobre temores de fuga de capital da Grécia. <p><p>O mercado espera também que Trichet detalhe a nova estrutura referente aos colaterais aceitos pelo banco, anunciada no fim de março, pela qual os bancos poderão tomar empréstimos do BC utilizando títulos com classificação de risco mais baixa do que os que normalmente utilizados após 2010. Tal passo foi amplamente considerado como uma forma de ajudar a endividada Grécia, que sofreu rebaixamento dos seus ratings de crédito soberano. As informações são da Dow Jones.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.