Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BCE injeta US$ 43 bilhões para acalmar os mercados depois do caso Lehman Brothers

O Banco Central Europeu (BCE) injetou nesta segunda-feira 30 bilhões de euros (43 bilhões de dólares) no mercado monetário da Eurozona para acalmar as tensões vinculados à falência do banco de investimentos americano Lehman Brothers.

AFP |

A demanda foi forte: 51 estabelecimentos pediram créditos num total de 90,27 bilhões de euros durante uma operação de refinanciamento rápido, segundo um comunicado do BCE destinado aos mercados.

A taxa média da operação chegou a 4,39%, a taxa mínima aceita era de 4,25%.

O BCE indicou que continua "vigiando bem de perto as condições no mercado monetário da zona euro" e que está disposto a atuar se necessário.

O BCE utiliza as operações de refinanciamento rápido, conhecidas como "sintonia fina", quando quer corrigir desequilíbrios nos mercados montários.

O Banco da Inglaterra (BoE, banco central) disse que acompanha atentamente as condições no mercado de crédito a curto prazo e também se declarou disposto a atuar se necessário.

O BoE ofereceu aos mercados 5 bilhões de libras (6,3 bilhões de euros ou 9 bilhões de dólares) à taxa básica atual de 5%, uma soma que foi absorvida em alguns minutos.

ilp/cn/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG