Frankfurt (Alemanha), 15 set (EFE).- O Banco Central Europeu (BCE) injetou hoje no mercado 30 bilhões de euros (US$ 42,6 bilhões) a uma taxa de juros mínima, chamada de marginal, de 4,30% e com um vencimento de um dia, após a quebra da entidade americana Lehman Brothers.

Segundo informou hoje o BCE, o leilão de ajuste fino teve a participação de 51 bancos comerciais da zona do euro, que pediram 90,27 bilhões de euros (US$ 128,183 bilhões) e deverão devolver o efetivo amanhã.

O BCE informou antes que "observa muito de perto as condições no mercado de divisas do euro" e está preparado para contribuir para seu funcionamento ordenado, após a quebra do Lehman Brothers e a aquisição da Merrill Lynch pelo Bank of America.

Na operação extraordinária de refinanciamento, os institutos de crédito da zona do euro ofereceram obter o efetivo a uma taxa de juros mínima de 4,25% e uma máxima de 4,7%.

A taxa de juros média pela qual o BCE entregou a liquidez aos bancos foi de 4,39%.

Devido às turbulências nos mercados financeiros, desde agosto de 2007, o BCE injetou liquidez adicional em euros e em dólares (neste último caso, em operações conjuntas com o Federal Reserve americano) para evitar uma escassez de efetivo. EFE aia/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.