Paris, 3 out (EFE).- O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Jean-Claude Trichet, disse hoje que a zona do euro vive um momento de crescimento desacelerado e corre um sério risco de que a situação seja ainda pior.

Trichet insistiu em que o crescimento é "fraco", em entrevista à emissora francesa de rádio "Europe 1", e afirmou que "o mundo inteiro está sofrendo neste momento".

O presidente do BCE não quis responder diretamente à questão de quanto tempo durará a crise, e se limitou a assinalar que "a correção está em andamento e pede dos responsáveis muito alerta".

Trichet comentou que "a realidade é que há uma grande incerteza", por exemplo sobre a evolução dos preços do petróleo.

O presidente do BCE, que considerou necessário que o Congresso americano vote o plano do secretário do Tesouro, Henry Paulson, disse que o papel de sua entidade para estimular a atividade é "o crescimento pela estabilidade de preços". EFE ac/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.