Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BCE discute cortar juros para combater a recessão

Bruxelas, 4 dez (EFE).- O Conselho do Banco Central Europeu (BCE) começou uma reunião em Bruxelas na qual deve reduzir a taxa básica de juros na zona do euro em pelo menos em 0,5 ponto percentual, a partir dos 3,25% atuais, para combater a recessão econômica.

EFE |

Alguns analistas indicam, inclusive, que a autoridade monetária poderia adotar uma redução de 0,75 ponto percentual, o que deixaria a taxa de juros em 2,50%.

Desde a introdução do euro, em 1999, o BCE nunca aplicou um corte de mais de 0,5 ponto.

A provável redução de juros de hoje é a terceira consecutiva na taxa da eurozona desde a intensificação da crise financeira na Europa, provocada pela quebra do banco de investimentos americano Lehman Brothers, em meados de setembro.

Em outubro, em uma ação coordenada com outros bancos centrais (dos Estados Unidos, Inglaterra, Suíça, Suécia, Canadá e China), a instituição com sede em Frankfurt reduziu os juros em 0,5 ponto percentual, para 3,75%, e em novembro adotou um corte idêntico.

As apelações ao BCE para que continue reduzindo os juros aumentaram diante da evolução da inflação, que no último mês caiu significativamente, para 2,1% em taxa anualizada, frente aos 3,2% de outubro.

As previsões indicam que os preços continuarão moderados nos próximos meses, e alguns economistas advertem inclusive do risco de deflação.

Sobre o crescimento, as previsões indicam que continuará fraco nos próximos trimestres e afirmam que uma recuperação só virá no segundo trimestre de 2009.

Os juros da eurozona estão ainda muito acima da taxa nos Estados Unidos (de 1%) e no Japão (de 0,3%).

O Conselho do BCE divulgará também suas previsões de crescimento e inflação para 2009. EFE epn/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG