FRANKFURT (Reuters) - O Banco Central Europeu (BCE) deve dar início nesta quinta-feira ao delicado processo de remover em estágios seu suporte à economia, com base em novas previsões econômicas que provavelmente mostrarão um cenário melhor. A taxa básica de juros ainda deve ser mantida, no recorde de baixa de 1 por cento, segundo todos os 80 economistas ouvidos em uma pesquisa da Reuters.

O foco estará na entrevista coletiva do presidente do BCE, Jean-Claude Trichet, para ver se ele dará sinais de retirada dos estímulos.

Trichet vem dando sinais desde a última reunião de que a concessão de empréstimos de um ano prevista para este mês será a última, enquanto outros membros do banco enfatizaram que o apoio do BCE não será necessário na mesma intensidade atual por muito tempo.

O anúncio da decisão sobre o juro será feito às 10h45 (horário de Brasília) e Trichet fala às 11h30.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.