BRASÍLIA - A preocupação com as notícias sobre escassez geral de crédito doméstico motivaram o Banco Central (BC) a antecipar a divulgação sobre o comportamento dos empréstimos bancários. Os dados sobre setembro, e preliminares para outubro, serão divulgados nesta quarta-feira pela manhã.

A apresentação desses números estava agendada para a quinta-feira da semana que vem, dia 30.

O relatório da autoridade monetária mostrará ao mercado se houve ou não uma sensível desaceleração nos empréstimos internos, até agora, por efeito da crise financeira mundial e retração de liquidez. Embora os dados consolidados a serem divulgados sejam relativos a setembro, o BC sempre adianta um apanhado das informações fornecidas pela rede bancária sobre o comportamento do crédito livre no início do mês corrente.

Para analistas, apesar de o mês passado ter sido abalado com a quebra de grandes bancos de investimento americano, setembro "é história" e o que importa para uma avaliação sobre a oferta e demanda de crédito são os dados deste mês. Em especial, da semana de compras para o Dia das Crianças, na primeira quinzena, que pegou o pico da crise financeira internacional.

O próprio presidente do BC, Henrique Meirelles, admitiu na semana passada que houve um arrefecimento no ritmo de expansão do crédito este mês, por efeito da crise de liquidez que afeta o mercado interbancário.

Os dados a serem divulgados pelo BC servirão de indicador sobre as perspectivas de retração ou não da demanda das pessoas físicas em relação a financiamento para as compras do período natalino. Devem ajudar também nas indicações sobre o crescimento do crédito em 2009.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.