Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC relaxa ainda mais o compulsório e libera R$ 23,2 bilhões

SÃO PAULO - O Banco Central divulgou duas medidas na noite de hoje para relaxar ainda mais o recolhimento compulsório sobre os depósitos dos correntistas nos bancos. A previsão é a liberação adicional de um total de R$ 23,2 bilhões em recursos no mercado.

Valor Online |

Uma das medidas é a redução da alíquota adicional de compulsório de 8% para 5% sobre os depósitos a prazo e depósitos à vista. Outra é o aumento do limite de isenção do recolhimento sobre os depósitos a prazo, que já tinha sido aumentado para R$ 300 milhões duas semanas atrás, e que agora sobe para R$ 700 milhões.

Tradicionalmente, o compulsório sobre os depósitos à vista é de 45% e sobre os depósitos à prazo é de 15%. Em 2002, na época da crise, foi criada uma alíquota adicional de 8% sobre os dois tipos de captação. É esta parcela adicional que está sendo reduzida neste momento.

Segundo o Banco Central, a diminuição do recolhimento de 8% para 5% deve injetar R$ 16,9 bilhões no mercado a partir do dia 10 de outubro, próxima sexta-feira. A ampliação do abatimento máximo para R$ 700 milhões em relação aos depósitos a prazo deve deixar outros R$ 6,3 bilhões disponíveis nos caixas dos bancos para serem emprestados no dia 13 deste mês, segunda-feira.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG