Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC reduz a previsão de inflação de 2009 para 4,7%

O Relatório Trimestral de Inflação, divulgado hoje pelo Banco Central, reduziu a previsão de inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para 2009, no cenário de referência, de 4,8% em setembro, para 4,7%. Para 2010, o BC está estimando que a inflação terminará o ano em 4,2%.

Agência Estado |

Para o ano de 2008, o BC elevou a estimativa para o IPCA de 6,1% em setembro para 6,2%.

Segundo os dados divulgados pelo BC, a inflação deve fechar o primeiro trimestre de 2009, no acumulado de 12 meses, em 6,3%, sendo que haverá um recuo de 1,1 ponto porcentual no segundo trimestre (5,2%). Segundo o BC, essa queda reflete uma menor inflação de preços livres no segundo trimestre do ano que vem, quando comparada à inflação registrada no mesmo período de 2008. Segundo o BC, essa diferença é suficiente para compensar os efeitos de uma projeção para a variação dos preços administrados maior do que a registrada no segundo trimestre de 2008. Para o terceiro trimestre de 2009, o BC estima que a inflação acumulada em 12 meses será de 5,1% recuando para 4,7% no final de 2009.

O cenário de referência prevê que o IPCA acumulado em 12 meses se manterá em 4,7% no primeiro trimestre de 2010, caindo para 4,5% no final do segundo trimestre de 2010 e apresentando um novo recuo no terceiro trimestre, chegando a 4,3%. No final de 2010, a projeção é de 4,2%.

O cenário de referência considera previsão da taxa de câmbio constante ao longo do horizonte de previsão em R$ 2,40 por dólar, contra R$ 1,80 por dólar previsto no relatório de setembro. Para a taxa Selic, a estimativa é de 13,75% ao ano, valor fixado na reunião do Copom de dezembro.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG