Tamanho do texto

O Banco Central aposta que a indústria deve continuar em forte ritmo de expansão pelos próximos meses. A avaliação consta do Relatório Trimestral de Inflação divulgado há pouco pela instituição.

O Banco Central aposta que a indústria deve continuar em forte ritmo de expansão pelos próximos meses. A avaliação consta do Relatório Trimestral de Inflação divulgado há pouco pela instituição. No documento, os diretores afirmam que "para os próximos trimestres, o Copom avalia que a produção industrial deve continuar crescendo de maneira robusta". A expansão do setor, para o BC, deve gerar "reflexos positivos sobre o emprego e o nível de renda". No documento, os diretores do BC afirmam que "após registrar forte contração no final de 2008, em virtude da intensificação da crise econômica mundial, o setor retomou de maneira robusta a trajetória de expansão que vigia antes da crise". Na recuperação da economia, o BC destaca que os setores mais dependentes do crédito como, por exemplo, "o automotivo e o de construção civil, que foram os mais intensamente atingidos pela crise econômica mundial, mostram robusta recuperação e, em alguns casos, já ultrapassam os níveis de produção vigentes antes da crise". "Dessa forma, a retirada de parte das medidas anticíclicas adotadas durante a crise, como a redução do IPI sobre a linha branca e os automóveis, não deve gerar maiores impactos nesses setores, dado o cenário favorável de crescimento e, em alguns casos, a insuficiência de estoques", destaca o BC, ao reforçar a previsão de expansão da atividade.
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.