Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC prevê IPCA de 4,7% em 2009, mostra Relatório de Inflação

BRASÍLIA - O Banco Central (BC) calcula que a variação do IPCA acumulada nos 12 meses de 2009 se situe em 4,7%, como consta do Relatório Trimestral de Inflação de dezembro. No documento passado, de setembro, a estimativa era de inflação em 4,8% no próximo ano.

Valor Online |

Vale observar que a previsão é 1,5 ponto percentual inferior à esperada para 2008 (6,2%) e ligeiramente acima do centro da meta fixada para o ano, de 4,5%.

O cenário de referência considerado pela autoridade monetária nessas previsões inclui a manutenção da taxa Selic em 13,75% ao ano e taxa de câmbio constante em R$ 2,40 - posição em que se encontravam após a reunião deste mês do Comitê de Política Monetária (Copom).

A projeção central de inflação do mercado financeiro para o acumulado de 2009, por sua vez, é de 4,5%, "igualando-se, portanto, ao valor central para a meta estabelecida pelo CMN [Conselho Monetário Nacional]", lembrou o BC no Relatório de Inflação.

"A projeção de inflação acumulada em 12 meses recua para 6,1% no primeiro trimestre de 2009, segue na mesma tendência e encerra o ano em 4,5%, igualando-se, portanto, ao valor central para a meta estabelecida pelo CMN. Esse movimento, em parte, reflete as expectativas de apreciação da taxa de câmbio ao longo de 2009", consta do relatório.

O cenário tomado pelos analistas financeiros considera uma trajetória de queda no juro básico Selic no próximo ano. A taxa média deve passar de 13,68% ao ano no último trimestre de 2008 para 13% anuais nos três meses finais de 2009. O câmbio, por sua vez, deve variar de R$ 2,25 no trimestre final deste ano para R$ 2,20 nos três últimos meses do calendário que vem.

Para o quarto trimestre de 2010, o BC projeta IPCA acumulado em 12 meses de 4,2%. Os analistas financeiros apostam em variação próxima, de 4,3%.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG