Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC pode abrir 3ª rodada de aperto de juros em Era Lula

Se confirmada a alta do juro na quarta-feira, será o início da terceira rodada de aperto monetário conduzida exclusivamente pelo governo Luiz Inácio Lula da Silva. Apesar dessa provável alta, o balanço do atual governo nos juros mostra uma redução da taxa: a Selic acumula queda de 16,25 pontos nos sete anos e três meses do governo, de 25% para os atuais 8,75%.

AE |

Se confirmada a alta do juro na quarta-feira, será o início da terceira rodada de aperto monetário conduzida exclusivamente pelo governo Luiz Inácio Lula da Silva. Apesar dessa provável alta, o balanço do atual governo nos juros mostra uma redução da taxa: a Selic acumula queda de 16,25 pontos nos sete anos e três meses do governo, de 25% para os atuais 8,75%.

No jogo de forças entre aumentos e cortes da Selic no atual governo, a vantagem é da redução: já foram 32 reuniões com corte e 15 encontros com aumento desde o início de 2003.

Quando Lula começou o governo em 1º de janeiro de 2003, a Selic estava em 25% ao ano, e o Brasil ainda sofria com a crise do ano anterior. Na época, as eleições fizeram o mercado entrar em parafuso com o temor de mudança na política econômica. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG