BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta quinta-feira que está pronto para oferecer até 36 bilhões de dólares a empresas brasileiras com dívida no exterior, mas não acredita que a demanda chegará a esse montante. O valor de 36 bilhões de dólares equivale ao total de vencimentos de dívida privada no exterior entre outubro do ano passado e dezembro deste ano --prazo que se enquadra nas regras estabelecidas pelo governo para essa modalidade de empréstimo, anunciada em dezembro passado.

Ao apresentar os detalhes da operação, Meirelles reiterou a estimativa de que a demanda fique em torno de 20 bilhões de dólares.

As empresas que precisarem dos recursos vão negociar as condições para um empréstimo com um dos bancos brasileiros autorizados a fazer a operação com o BC. A partir daí, a instituição financeira escolhida buscará o dinheiro junto à autoridade monetária.

O crédito será repassado pelo BC aos bancos nos dias 27 de fevereiro, 13 de março e 27 de março. O BC cobrará dos bancos a variação da Libor mais 1,5 por cento ao ano.

(Reportagem de Isabel Versiani)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.