Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC: investimento externo atinge US$ 3,9 bi em outubro

O Banco Central informou hoje que no mês de outubro foi registrado o ingresso de US$ 3,913 bilhões em investimentos estrangeiros diretos (IED). O valor é ligeiramente superior ao registrado em igual mês do ano passado, quando ingressarem US$ 3,188 bilhões.

Agência Estado |

No acumulado dos dez primeiros meses do ano, o ingresso de IED soma US$ 34,747 bilhões. Segundo o BC, o valor acumulado nesse período representa 2,62% do PIB. Em 12 meses encerrados em outubro, o ingresso de IED soma US$ 38,163 bilhões ou 2,45% do PIB.

Remessas de lucros

Após saídas fortes nos últimos meses, as remessas de lucros e dividendos tiveram desaceleração em outubro. De acordo com o BC, as remessas somaram no mês passado US$ 1,813 bilhão, valor inferior ao verificado em outubro do ano passado (US$ 2,201 bilhões) e ao registrado em setembro de 2008 (US$ 3,436 bilhões). No acumulado do ano, as remessas de lucros e dividendos totalizam US$ 29,313 bilhões, valor 70,59% superior ao verificado no período de janeiro a outubro de 2007.

As despesas com juros em outubro alcançaram US$ 515 milhões, ante US$ 345 milhões em outubro de 2007 e US$ 502 milhões em setembro. No ano, o gasto com juro acumula US$ 6,006 bilhões, ante US$ 6,616 bilhões em igual intervalo do ano passado.

Investimentos em ações

Os investimentos estrangeiros em ações tiveram em outubro uma saída líquida de US$ 6,065 bilhões, de acordo com dados divulgados pelo BC. Em igual mês do ano passado, o saldo havia sido positivo em US$ 4,366 bilhões. Em setembro deste ano, as saídas somaram US$ 1,877 bilhão.

De janeiro a outubro, as aplicações em ações registram saldo negativo de US$ 4,897 bilhões - ante saldo positivo de US$ 19,094 bilhões no mesmo período de 2007.

As aplicações de estrangeiros em títulos de renda fixa em outubro tiveram saldo negativo de US$ 1,810 bilhão, ante saldo positivo de US$ 1,670 bilhão em outubro de 2007 e saldo também positivo de US$ 632 milhões em setembro deste ano. Os investimentos em títulos negociados no País tiveram saldo negativo de US$ 1,716 bilhão, ante ingressos de US$ 2,585 bilhões em outubro do ano passado e US$ 1,182 bilhão em setembro de 2008.

No acumulado do ano, as aplicações em títulos de renda fixa têm saldo positivo de US$ 13,989 bilhões, ante saldo positivo de US$ 22,851 bilhões de janeiro a outubro de 2007.

Dívida externa

A dívida externa total do Brasil atingiu em outubro US$ 214,279 bilhões, segundo estimativa divulgada pelo BC. Em junho, mês da última posição fechada deste número, a dívida externa total somava US$ 205,536 bilhões. Entre junho e outubro, a dívida de curto prazo passou de US$ 41,276 bilhões para US$ 49,058 bilhões. Nesse mesmo intervalo, a dívida de médio e longo prazo passou de US$ 164,260 bilhões para US$ 165,221 bilhões.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG