Tamanho do texto

O Banco Central anunciou hoje que decidiu implementar, a partir de hoje, um programa de liberação integral dos recolhimentos compulsórios - recursos que os bancos são obrigados a retirar do sistema e deixar depositado no BC. A medida, segundo comunicado divulgado esta manhã, vai atingir os depósitos a prazo e interfinanceiros de empresas de arrendamento mercantil (leasing) e também a exigibilidade adicional, que atualmente recai sobre os depósitos à vista e a prazo.

Segundo a autoridade monetária, a decisão libera até R$ 100 bilhões.

A nota explica que essas liberações serão "efetuadas de acordo com as necessidades de liquidez dos mercados".

Essa é mais uma tentativa do BC de tentar amenizar a falta de liquidez do mercado interbancário desde o agravamento da crise financeira internacional, em meados de setembro, situação que tem prejudicado principalmente os bancos de pequeno e médio porte, segundo o BC.