O Investimento Estrangeiro Direto (IED) no Brasil somou US$ 2,849 bilhões em fevereiro, segundo dados divulgados há pouco pelo Banco Central (BC). O resultado superou a mediana prevista pelos analistas consultados pelo AE Projeções, que era de US$ 2,7 bilhões.

As estimativas variavam de US$ 2 bilhões a US$ 2,9 bilhões.

No acumulado do primeiro bimestre, o ingresso de investimentos produtivos atingiu US$ 3,639 bilhões e nos 12 meses encerrados em fevereiro, US$ 25,689 bilhões, o correspondente a 1,52% do PIB. O valor é inferior ao déficit em transações correntes do mesmo período, que somou US$ 28,051 bilhões ou 1,66% do PIB.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.