Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC faz empréstimo de dólar para exportação a partir de segunda

O Banco Central (BC) fará na próxima segunda-feira, dia 20, o primeiro leilão de empréstimo em moeda estrangeira aos bancos, com garantia e com direcionamento para o comércio exterior, anunciou nesta sexta-feira em São Paulo o presidente do BC, Henrique Meirelles. Estará habilitada a participar da operação qualquer instituição financeira, nacional ou estrangeira, que tenha autorização para funcionar no Brasil.

Agência Estado |

"Qualquer instituição autorizada a operar em câmbio no Brasil, com uma obrigação importante: que (o recurso) seja aplicado no comércio exterior brasileiro", disse Meirelles.

Para o empréstimo aos bancos, a garantia exigida pelo BC serão títulos soberanos do governo brasileiro (Globals). De acordo com o Meirelles, o crédito terá custo da taxa Libor (taxa interbancária para três meses, de Londres) mais o spread determinado a cada leilão. Também serão definidos em cada oferta os limites de recursos.

Meirelles explicou, em relação à administração das garantias, que nos primeiros leilões os Globals ficarão sob a custódia da própria instituição financeira, que pode adquiri-los especificamente para contrair o empréstimo. "O Banco Central tem poder de fiscalização e vai fiscalizar as garantias, bem como o direcionamento dos recursos para linhas de comércio exterior", disse Meirelles.

O presidente do BC confirmou a informação dada pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega, de que não há limite nos empréstimos. "Obviamente o volume total é conhecido e fixado pela própria demanda do mercado", disse ele, acrescentando que o volume de reservas internacionais (US$ 203,9 bilhões) é amplamente superior à demanda possível e teórica total para este tipo de operação.

Meirelles adiantou que além dos Globals, nos leilões posteriores poderão ser usados como garantia títulos de outros Tesouros, desde que classificados com o rating A. O BC aceitará, também no futuro, Adiantamento sobre Contratos de Câmbio (ACC) ou Adiantamento sobre Cambiais Entregues (ACE). "O primeiro leilão será apenas de Globals porque existe boa disponibilidade (desses títulos) no mercado", avaliou, durante entrevista em São Paulo.

Mais notícias

 

Para saber mais

 

Serviço 

 

Opinião

Leia tudo sobre: banco central

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG