Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC: esforço fiscal de setembro é o melhor desde 2002

O resultado de setembro das contas do setor público consolidado (governo central, Estados, municípios e empresas estatais), de superávit primário de R$ 10,005 bilhões, é o melhor para os meses de setembro desde 2002, quando o esforço fiscal somou R$ 10,257 bilhões, de acordo com o chefe-adjunto do Departamento Econômico (Depec) do Banco Central (BC), Túlio Maciel. O saldo primário exclui as despesas com pagamento de juros da dívida pública.

Agência Estado |

Um dos motivos para o forte resultado é a contribuição das empresas estatais, que tiveram superávit de R$ 3,242 bilhões no mês, também o melhor resultado para os meses de setembro. Maciel explicou que a participação das estatais nas contas públicas é muito volátil. Em setembro, especificamente, um dos motivos para o forte resultado é o pagamento de um volume menor de dividendos aos acionistas das companhias estatais.

Outra marca foi atingida pelo gasto com juros, que somou R$ 6,142 bilhões no mês passado. Esse é valor mais baixo para os meses de setembro desde 2001 (R$ 5,861 bilhões). Maciel explica que um dos motivos para a redução da despesa foi a desvalorização cambial, que gerou impacto positivo de R$ 6,5 bilhões nos juros pelo ganho com os contratos de swap cambial - que trocam a remuneração do câmbio pelos juros. Ainda em setembro, o superávit nominal de R$ 3,863 bilhões é o melhor resultado para o mês da série histórica, iniciada em 1991.

No acumulado de janeiro a setembro, o superávit primário em relação ao PIB (5,59%) é o melhor resultado para o período de nove meses desde setembro de 1994, quando o esforço fiscal ficou em 5,92%. No mesmo período, o superávit nominal (0,33%) é o melhor da série histórica para o período de nove meses desde o início da série em 1991. Em 12 meses, o superávit primário acumula 4,60% do PIB. Esse é o melhor resultado desde outubro de 2005, quando o esforço fiscal somou 4,65% do PIB.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG