SÃO PAULO - O Banco do Japão (BOJ) avisou nesta terça-feira que pode gastar 1 trilhão de ienes (US$ 11,2 bilhões) na compra de ações detidas por bancos comerciais como parte dos esforços para abrandar os efeitos da crise financeira internacional na economia do país. Visando proteger seu próprio balanço, a autoridade monetária irá comprar ações em empresas com nota de crédito de ao menos BBB-, a menor nota no grau de investimento. O mercado financeiro global e os mercados de capitais permanecem sob estresse severo, observou o BOJ. A instituição acrescentou que deve iniciar a aquisição de ações em poder de bancos comerciais até abril de 2010, retomando um programa que encerrou há mais de quatro anos.

Ficará com os papéis até pelo menos março de 2012.

Na avaliação do BC japonês, a medida ajudará a melhorar a posição financeira dos bancos e impulsionará o sistema financeiro.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.