Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC do Japão faz a 4ª injeção de recursos em dois dias

O Banco do Japão (BOJ, banco central japonês) injetou mais 1 trilhão de ienes (US$ 9,437 bilhões) no mercado financeiro doméstico, buscando tranqüilizar o setor de empréstimos interbancários, que vem desacelerando com a turbulência em Wall Street e o aumento do temor de risco de contraparte. A injeção é a quarta realizada pelo BOJ nos últimos dois dias, totalizando 5,5 trilhões de ienes (US$ 51,9 bilhões).

Agência Estado |

Na manhã desta quarta-feira (no Japão), o banco central havia colocado 2 trilhões de ienes, enquanto as taxas de juros dos empréstimos interbancários ("overnight call rates") oscilavam entre 0,65%¨e 0,70%, bem acima da meta da instituição, que é de 0,50%. Isso acalmou um pouco os mercados, mas as taxas permaneciam em 0,60% à tarde e o BOJ decidiu fazer nova intervenção.

Ontem, os bancos centrais dos países mais ricos do mundo que tiveram de injetar US$ 210 bilhões para acalmar os mercados. Apesar da elevação do juro interbancário, o Japão não tem problemas de liquidez, dizem os observadores. "O que acontece basicamente é que, depois da queda do Lehman, as instituições financeiras domésticas relutam em emprestar suas sobras de caixa, especialmente para contrapartes estrangeiras", disse a estrategista Naomi Hasegawa, da corretora Mitsubishi UFJ Securities. As informações são da Dow Jones.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG