O banco central do Japão (BoJ, na sigla em inglês) não participou da ação coordenada de sete bancos centrais mundiais, que reduziram hoje a taxa básica de juros de suas respectivas economias. Segundo a autoridade monetária japonesa, o juro do país já está extremamente baixo.

Em reunião de política monetária ocorrida ontem, os membros do conselho do Banco do Japão decidiram, por unanimidade manter a taxa básica de juros do país em 0,5% ao ano.

O juro básico no Japão é o mais baixo do G-7, o grupo das nações mais industrializadas do mundo, e vem sendo mantida desde fevereiro do ano passado. O encontro de ontem representou a 12ª reunião consecutiva em que a votação foi unânime.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.