Tamanho do texto

O Banco da Coréia (BOK, banco central sul-coreano) cortou inesperadamente sua taxa de juros de referência em 0,75 ponto porcentual, para 4,25%, como parte das medidas para amenizar o impacto da turbulência financeira sobre a economia. É a maior redução da taxa na história da Coréia do Sul, segundo o banco central.

O BOK também reduziu a taxa de crédito agregado em 0,75 ponto porcentual, para 2,5%.

O comitê de política monetária ainda concedeu ao Banco da Coréia a aprovação para a compra de bônus domésticos emitidos por bancos locais por meio de operações do mercado aberto. O governo da Coréia vinha pressionando há algum tempo o banco central a comprar os bônus bancários a fim de reforçar a liquidez do mercado e diminuir as taxas de juros, que vinham aumentando mesmo depois do corte de 0,25 ponto porcentual na taxa de referência no início deste mês. Economistas esperam novos cortes nos juros nos próximos meses.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.