SÃO PAULO - O Banco Central acaba de confirmar os rumores que correram pelas mesas de operação hoje e comunicou oficialmente a realização de leilão de venda conjugado com leilão de compra de moeda estrangeira no mercado interbancário de câmbio. Ou seja, o BC vai ofertar moeda no mercado à vista e comprar no futuro.

Essa operação também é conhecida como leilão com compromisso de recompra.

Segundo comunicado divulgado pela instituição, a operação será realizada pelo Departamento de Operações das Reservas Internacionais (Depin). O leilão será realizado por meio telefônico, amanhã, dia 19 de setembro de 2008, exclusivamente através dos dealers (instituições credenciadas pelo Banco Central).

As propostas serão tomadas das 11h30 às 12h e o montante máximo do leilão está fixado em US$ 500 milhões.

A data de liquidação das operações de venda do BC será 23 de setembro, já a liquidação das compras acontecerá dia 23 de outubro, ou seja, 30 dias corridos da data do leilão.

O resultado da operação será comunicado ao mercado, a partir das 12h30 de amanhã, por meio do Sistema de Informações do Banco Central (Sisbacen).

Segundo fontes de mercado, com esse tipo de operação o BC não altera o preço da divisa, mas tenta reduzir a distorção na formação da taxa à vista, que já está igual ou maior do que aquela praticada no mercado futuro.

A decisão de intervir surgiu na tarde dessa quarta-feira, quando a divisa chegou a subir mais de 5%, batendo R$ 1,963 na máxima do dia.

"(Valor Online)"

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.