Por Sumeet Desai LONDRES (Reuters) - O Banco da Inglaterra cortou a taxa básica de juro em mais 50 pontos-base nesta quinta-feira, jogando a taxa para novo patamar recorde de baixa de 1 por cento, com o objetivo de ajudar a economia britânica a sair da recessão por meio da retomada dos gastos de consumidores e empresas.

A decisão do banco central britânico, que era amplamente esperada, representou o quinto corte mensal consecutivo da taxa, que acumula neste período uma redução de 4 pontos percentuais.

Os cortes foram feitos em resposta aos efeitos da crise de crédito global, que se arrasta por 18 meses, sobre a economia britânica.

O BC britânico destacou que embora muitas medidas de estímulo para a economia já tenham sido tomadas --desde cortes do juro a desvalorização acentuada da libra esterlina e dos preços das commodities e grandes injeções fiscais-- ainda existe um grande risco da inflação ficar abaixo da meta de 2 por cento.

Novas pistas sobre a próxima direção da política monetária serão conhecidas na próxima semana, quando o banco divulgará seu relatório de inflação.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.