Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC: banco que adiantar FGC poderá abater compulsório

O Banco Central anunciou nesta manhã a Circular 3.416 que prevê a redução do recolhimento compulsório sobre os depósitos à vista para instituições financeiras que adiantarem contribuições mensais ao Fundo Garantidor de Crédito.

Agência Estado |

Segundo a decisão, bancos que anteciparem valor equivalente a 60 contribuições mensais ao FGC poderão abater o valor adiantado sobre o recolhimento do compulsório à vista. O valor recolhido ao FGC equivale mensalmente a 0,0125% dos depósitos de cada instituição.

Segundo a autoridade monetária, com a decisão, podem deixar de ser recolhidos até R$ 6 bilhões. A medida começa a valer a partir de quarta-feira, 29 de outubro. Segundo a circular, essa dedução será reduzida a cada mês, na proporção de 1/60 do valor da antecipação. Segundo o BC, a medida tem como objetivo promover liquidez ao mercado bancário brasileiro e não faz parte do programa de liberação de até R$ 100 bilhões em compulsórios anunciado recentemente. Assim como as outras alterações anunciadas pelo BC, o adiantamento das contribuições ao FGC não é obrigatório e ficará a cargo de cada instituição financeira. A alíquota do compulsório sobre os depósitos à vista é de 42%.

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG