Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BC anuncia nova modalidade de leilão de dólares

BRASÍLIA - O Banco Central (BC) anunciou mais uma alternativa de liquidez aos bancos que quiserem financiar a exportação. Será um leilão de venda e compra simultânea de dólares, onde a garantia será a apresentação de Adiamento de Contratos de Câmbio (ACC) e Adiantamento Sobre Cambiais Entregues (ACE).

Valor Online |

Os bancos contemplados só terão acesso aos dólares após apresentação dessas garantias, que vão gerar um empréstimo de longo prazo.

O diretor de Política Monetária do BC, Mário Torós, anunciou que o primeiro leilão da nova modalidade será feito amanhã, porém não adiantou os valores que serão oferecidos.

Segundo ele, o banco com proposta vencedora no leilão deverá apresentar ao BC, até o 28º dia, os ACCs e ACEs contratados até o valor limite do que foi captado no leilão. Se os empréstimos forem inferiores, o banco deverá devolver a diferença para a autoridade monetária. O prazo de pagamento dos empréstimos será de 180 dias, segundo Torós.

As garantias serão exigidas, em principio, até 100% do valor do empréstimo em dólares, mas a autoridade monetária poderá ampliar essa diferença para até 140%, mediante apresentação de títulos públicos federais, a depender do risco de crédito do banco e do exportador.

Torós também explicou que "essa é uma forma de ampliar o acesso dos bancos aos leilões de compra e recompra de dólares". Ele lembrou que em outubro o BC criou uma linha semelhante para financiamento ao exportador e já emprestou R$ 6 bilhões nas últimas semanas. A diferença desta operação é que as garantias exigidas são em reais e o prazo máximo é de 90 dias.

Ele disse ainda que a outra modalidade de financiamento ao exportador, cujo leilão exige 105% de garantias em Global bonds para acesso do banco, continua valendo.

O custo da nova operação também será de Libor mais um spread que será definido em leilão, assim como na linha anterior.

O presidente do BC, Henrique Meirelles, ao anunciar a nova modalidade, disse que "é uma operação muito importante que visa regularizar o financiamento ao exportador e prover o mercado interno de liquidez em moeda estrangeira".

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: banco central

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG