Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BBVA considera sistemas financeiros latino-americanos fortes diante da crise

Os sistemas financeiros da América Latina têm grandes suportes para conter o impacto negativo da crise financeira internacional provocada há um ano pelos créditos de alto risco nos Estados Unidos, destacou o segundo maior banco espanhol, o BBVA.

AFP |

"Os mercados financeiros latino-americanos se encontram muito mais capacitados que no passado para conter o impacto negativo da crise", afirma o banco no relatório Financial System Latinwatch, nova publicação semestral sobre os sistemas financeiros da América Latina.

"A solvência das entidades financeiras, o maior compromisso com a ortodoxia macroeconômica ou as inovações regulatórias no âmbito financiero são alguns dos apoios com os quais a América Latina conta atualmente".

"Por isto é menos provável que a região volte a sofrer crises financeiras como as registradas durante as últimas duas décadas", acrescenta.

O crédito ao setor privado na região passou de 26% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2002 para 37% atualmente. No mesmo período, a capitalização dos mercados passou de 33% a 76% do PIB.

Apesar do aumento dos créditos ter provocado "dúvidas sobre a sustentabilidade", o BBVA considera que "o sistema financeiro latino-americano mostra aspectos de eficiência e rentabilidade que, em geral, superam os de muitos países desenvolvidos e emergentes".

esb/fp

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG