O Banco do Brasil (BB) pretende destinar R$ 30,8 bilhões para as operações de crédito rural na safra 2008/2009, que começa a ser cultivada a partir de meados de setembro. Desse total, R$ 7,8 bilhões vão para a agricultura familiar e R$ 23 bilhões vão atender aos demais produtores e suas cooperativas.

Os valores fazem parte das liberações anunciadas na semana passada pelo governo. No total, a agricultura contará com R$ 78 bilhões na safra 2008/2009, representando incremento de R$ 8 bilhões em relação à safra anterior. Em nota, o BB informou que a efetivação dos desembolsos vai depender da demanda apresentada pelo setor, da análise de crédito do retorno de recursos emprestados em anos anteriores e do comportamento dos depósitos à vista e da poupança rural ao longo do ano-safra.

Ainda segundo o banco, os valores previstos para o ano agrícola correspondem a incremento médio de 25% sobre a safra 2007/2008, pois o valor contratado em crédito rural pelo Banco do Brasil ficou em R$ 24,7 bilhões. Na agricultura familiar, o crescimento foi maior, de 30%. Para os demais produtores, os desembolsos cresceram 23% no período.

Do total emprestado na safra 2007/2008, R$ 6 bilhões foram destinados à agricultura familiar e R$ 18,7 bilhões para os demais produtores e suas cooperativas. Esses valores correspondem a 17% de incremento sobre a safra 2006/2007: 7% (agricultura familiar) e 21% (agricultura empresarial).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.