São Paulo, 14 - O Banco do Brasil (BB) espera dobrar o volume de desembolsos via cartão de crédito para operações do agronegócio em 2009. No ano passado, os desembolsos por esta modalidade somaram R$ 1,5 bilhão, volume 50% superior ao que era estimado, inicialmente, pelo banco.

Segundo o gerente executivo da diretoria de cartões do BB, Raul Moreira, mais de 90% das operações realizadas com o cartão no ano passado foram destinadas à compra do pacote de insumos, como defensivos, sementes, fertilizantes e combustíveis. "Muitos produtores recorreram ao cartão para fazer o custeio da safra", afirma Moreira.

O executivo explica que, pelo cartão, o agricultor tem acesso direto a sua linha de crédito rural no Banco do Brasil. "Este é um case inédito na América Latina. O que antes era manual, com pagamentos feitos por cheque, agora é feito com o cartão de crédito. Isso reduz muito a burocracia para aquisição de insumos", afirma Moreira.

O próximo passo do banco é aprimorar o sistema de relacionamento junto aos fornecedores para que o cartão possa ser mais usado na aquisição de máquinas agrícolas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.