O presidente do Banco do Brasil (BB), Antonio Francisco Lima Neto, afirmou hoje que não há nenhuma conversa organizada com o governo do Rio Grande do Sul para a compra do Banrisul (Banco do Estado do Rio Grande do Sul). A declaração foi dada em resposta a uma pergunta do senador Pedro Simon (PMDB-RS) sobre rumores na imprensa de que o BB estaria interessado na aquisição do banco gaúcho.

Lima Neto explicou que no Estado de São Paulo, a recente compra da Nossa Caixa foi estratégica para o BB se consolidar no Estado. Ele explicou que o BB ocupava o quarto lugar em São Paulo e que a diferença era de 500 a 600 agências entre o Banco do Brasil e o bloco de bancos que lideravam o mercado.

Em audiência na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Lima Neto disse também que o BB não está restringindo crédito para o setor de frigoríficos e de proteína animal. "Nós temos mantido o nível de ACC (Adiantamento sobre Contrato de Câmbio) e ACE (Adiantamento sobre Cambiais Entregues) para frigoríficos e empresas de proteína animal, porque consideramos esses setores importantes", afirmou.

Caixa

A presidente da Caixa Econômica Federal, Maria Fernanda Coelho, disse que a instituição está fazendo uma pesquisa de mercado para adquirir novos negócios. "Estamos fazendo uma prospecção de negócios e aqueles que são importantes para a instituição estão sendo analisados pelas equipes", disse, após a audiência pública na CAE do Senado.

Sem revelar em quais segmentos a Caixa deve adquirir esses negócios, ela afirmou que não há nenhuma negociação no curto prazo para ser concluída. Ela explicou que a criação da Caixa Participações (CaixaPar) está sendo finalizada juntamente com seu estatuto. Há rumores no mercado de que a Caixa estuda a compra de bancos de pequeno porte que estão sem liquidez de crédito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.