se necessário , diz executivo - Home - iG" /
Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BB emitirá dívida subordinada se necessário , diz executivo

BRASÍLIA - O vice-presidente de Crédito, Controladoria e Risco Global do Banco do Brasil (BB), Adésio de Almeida Lima, afirmou hoje que o banco poderá captar recursos para aumentar sua capacidade de empréstimos. Ele informou que, se necessário, o BB poderá fazer emissões de dívida subordinada no mercado de capitais.

Valor Online |

Durante teleconferência com investidores na manhã de hoje, Almeida confirmou que o indicador de alavancagem (Basiléia) do banco estatal está em 12,5%, pouco acima do mínimo de 11% exigido pelo Banco Central (BC).

"É um número que consideramos adequado ao Banco do Brasil, mas se for necessário, podemos ter uma elevação de capital nível 2, onde temos uma margem bastante confortável para emissão de divida subordinada", explicou ele.

Almeida insistiu que essa é uma hipótese, lembrando que o "normal" é o resultado financeiro do banco no semestre, ao ser integrado ao patrimônio, ser suficiente para dar suporte a uma expansão no crédito.

A meta inicial do BB é ampliar a carteira de crédito em 20% sobre o resultado de 2008, objetivo que poderá ser revisto, já que não incluía as últimas aquisições da instituição, como a compra da Nossa Caixa e a parceria com o banco Votorantim.

Segundo o vice-presidente de Finanças do BB, a aquisição de metade do capital do Votorantim permitirá ao BB perseguir a concorrência "em pé de igualdade" no segmento de crédito a pessoa física, principalmente no financiamento a veículos.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG