Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BB e sul-africano FirstRand criam banco para financiamento de veículos no Brasil

SÃO PAULO - O Banco do Brasil (BB) anunciou hoje a criação de um banco múltiplo em parceria com o grupo financeiro sul-africano FirstRand para atuação no mercado brasileiro de financiamento e arrendamento de veículos.

Valor Online |

O objetivo do negócio é colocar o BB entre as três principais instituições no mercado de financiamento a veículos. Para atingir tal meta, a estatal estima que serão necessários investimentos R$ 980 milhões nos dois primeiros anos para fazer frente à expansão da carteira de crédito dessa sociedade.

As operações devem começar no primeiro semestre de 2009 e o break-even (equilíbrio entre receitas e despesas) está previsto para 2010. A nova empresa terá atuação comercial própria e será somada ao esforço do BB de conquistar 20% do mercado de financiamento de veículos em oito anos, observou o banco.

De acordo com fato relevante encaminhado à Comissão de Valores Mobiliário (CVM), a nova sociedade será constituída por meio do BB Banco de Investimento, que deterá 73,5% do total das ações, sendo 100% dos ativos PN e 47% das ações ON. O FirstRand participará por meio de sua subsidiária integral FirstRand Bank Holdings Limited, que terá 26,5% do total de ações, sendo 53% das ações ON.

Dados levantados pelo BB mostram que o FirstRand Limited é líder em operações de financiamento de veículos em seu país, com aproximadamente 40% de participação no mercado, onde atua por meio da sua divisão WesBank.

Com 709 agências e 43 mil funcionários, o banco sul-africano fechou 2007 com ativos totais de US$ 113,8 bilhões e uma carteira de crédito de US$ 60,1 bilhões. A instituição tem classificação de grau de investimento pela Moody´s e Standard & Poor´s. Trata-se de uma instituição sólida, com experiência e tradição na realização de parcerias, amplo conhecimento e interesse de conquistar espaço no mercado de financiamento de veículos no Brasil , disse o BB no comunicado.

Os conselhos de administração de ambas as companhias já aprovaram a transação, que ainda deve passar pelo crivo das autoridades reguladoras do Brasil e da África do Sul.

(Valor Online)

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG