Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BB anuncia aquisição do Banco do Estado do Piauí

RIO - O Banco do Brasil (BB), maior instituição financeira do país até a fusão anunciada na semana passada entre os privados Itaú e Unibanco, confirmou hoje a aquisição do Banco do Estado do Piauí (BEP).

EFE |

Em comunicado enviado hoje à Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), o BB informou que seu Conselho de Administração aprovou na segunda-feira a proposta de incorporação.

De acordo com a nota, que não informa o valor do negócio, a direção do banco convocará uma assembléia extraordinária de acionistas para discutir os detalhes da aquisição.

As negociações começaram em novembro do ano passado e o anúncio foi antecipado perante os rumores no mercado sobre as aquisições preparadas pelo BB.

De acordo com versões da imprensa, na tentativa de recuperar a liderança, o BB estuda a aquisição de instituições como as públicas Nossa Caixa, que pertence ao Governo de São Paulo, e Banco de Brasília, e o privado Banco Votorantim.

O próprio banco teve que enviar ontem ao mercado um comunicado negando que esteja interessado em adquirir outras instituições com base no decreto executivo anunciado no mês passado pelo Governo, que permite aos bancos públicos comprar entidades bancárias em problemas por causa da atual crise financeira.

A aquisição do BEP permitirá ao BB assumir o contrato que concede à pequena entidade o monopólio das contas nas quais cerca de 250 mil funcionários públicos regionais recebem seus salários.

O BB já tinha anunciado este ano a aquisição do também regional Banco do Estado de Santa Catarina.

Em maio, a entidade também comunicou o início de negociações para tentar adquirir o banco regional Nossa Caixa, cujas ações vêm subindo com força nos últimos dias perante a possibilidade que algum acordo seja alcançado em breve.

Segundo analistas, as aquisições em negociação elevariam os ativos do BB dos atuais R$ 423,445 bilhões para R$ 482,58 bilhões, valor insuficiente para alcançar a Itaú Unibanco Holding, com ativos de cerca de R$ 570 bilhões.

O Itaú e o Unibanco são nessa ordem o segundo e o quarto maiores bancos privados do Brasil, mas juntos superam tanto o BB quanto o Bradesco, que era o líder entre os privados.

A fusão transformará a Itaú Unibanco Holding no banco número 17 no mundo, com 18% da rede bancária do Brasil e um valor de mercado de US$ 41,323 bilhões.

Leia tudo sobre: banco do brasil piauí

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG