Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

BASF fecha 80 fábricas temporariamente e reduz produção

Frente à queda da demanda, o gigante da química BASF anunciou nesta quarta-feira um plano mundial de redução de sua produção, onde prevê o fechamento temporário de 80 fábricas e outras medidas que, no total, afetará 20.000 empregados.

AFP |

"A BASF se prepara para tempos difíceis. Reagimos de maneira flexível a evoluçao dos mercados e atuamos rapidamente", justificou-se seu presidente, Jürgen Hambrecht, em um comunicado.

Um total de 80 fábricas da BASF serão fechadas de maneira temporária e a produção será reduzida em 100 instalações adicionais da Europa, Ásia e América do Norte.

O grupo acredita que as fábricas ficarão fechadas algumas semanas, em alguns casos até o início de janeiro, mas pretende retomar a produção ao menor sinal de recuperação da demanda.

No total, 20.000 empregados, dos quais 5.000 em Ludwigshafen, a sede da empresa situada no oeste da Alemanha, fazem parte desse plano.

Nenhuma demissão foi anuncida. O grupo quer utilizar instrumentos de flexibilidade no tempo de trabalho, como férias coletivas. Uma vez esgotadas as soluções, a empresa não pode excluir a necessidade de recorrer ao ingún despido ha sido anunciado. El grupo alemán quiere utilizar los "instrumentos ao desemprego técnico em algumas fábricas, afirmou a BASF.

O grupo é vítima de uma "baixa maciça da demanda, principalmente no setor automobilístico, construção e têxtil para produtos à base de amoníaco, estireno ou poliamidas como os plásticos, lacas ou fibras.

len-mtr/cn

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG