O presidente da Comissão Européia, José Manuel Durão Barroso, fez um apelo neste sábado em Pequim para que o mundo não se esqueça dos compromissos assumidos para combater as mudanças climáticas, apesar da crise financeira.

"A crise financeira não é razão e não deve servir de pretexto para adiar nossos compromissos na luta contra o aquecimento global", declarou Barroso em uma entrevista coletiva após o encerramento da cúpula Ásia-Europa, realizada entre sexta-feira e sábado na capital chinesa, da qual participaram dirigentes de mais de 40 países.

"Não é porque existe uma crise financeira que a ameaça das mudanças climáticas vai desaparecer", acrescentou.

frb/ap

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.