Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Barril do WTI sobe, mas continua abaixo de US$ 50

Nova York, 2 dez (EFE).- O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) mostrava hoje uma leve tendência de alta em Nova York, mas era negociado a menos de US$ 50, devido a uma crescente inquietação por causa de uma maior queda da demanda nos próximos meses.

EFE |

Pouco após o início do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (NYMEX), os contratos do WTI para entrega em janeiro subiam US$ 0,37 em relação ao preço anterior e ficavam em US$ 49,65 por barril (159 litros).

No pregão anterior, o valor do WTI caiu US$ 5,15 (9,4%) e ficou novamente em níveis não vistos no NYMEX em mais de três anos.

Os contratos de gasolina para entrega em janeiro subiram hoje US$ 0,02 e eram negociados a US$ 1,1314 por galão (3,78 litros).

O gasóleo de calefação para o mesmo mês registrava uma alta semelhante e era negociado a US$ 1,6360 por galão.

O gás natural com entrega para janeiro subia US$ 0,01 e ficava a US$ 6,62 por mil pés cúbicos.

Novos sinais de desaceleração da economia nos Estados Unidos, Europa e China pressionaram com força para baixo o preço do petróleo no primeiro pregão desta semana, e voltaram a colocar o valor do barril do WTI abaixo do nível de US$ 50.

A forte queda da segunda-feira foi em paralelo às perdas da Bolsa de Nova York, após um comitê de especialistas determinar que a economia dos Estados Unidos esteve em recessão desde o início deste ano.

Além dessa perspectiva, há as expectativas de uma menor demanda de petróleo e combustíveis nesse país, que é o maior consumidor de petróleo em nível mundial. EFE vm/an

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG