Nova York, 10 dez (EFE) - O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou hoje com alta de 3,4%, até US$ 43,52, em Nova York, após o anúncio de que as reservas de petróleo subiram nos Estados Unidos menos que o previsto, e que as de gasolina aumentaram com força.

Ao fim do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de WTI para entrega em janeiro subiam US$ 1,45 em relação ao preço anterior.

Os contratos de gasolina para entrega em janeiro tiveram alta de US$ 0,03 frente ao fechamento de terça-feira, para US$ 0,9687 o galão (3,78 litros).

Já o gasóleo de calefação para o mesmo mês teve queda de US$ 0,03 e ficou a US$ 1,4027 o galão.

Os contratos de gás natural para janeiro somaram US$ 0,11 ao preço de terça-feira e terminaram a US$ 5,68 por mil pés cúbicos.

Os preços do petróleo e dos combustíveis não conseguiram manter até o final a forte alta registrada por volta da metade do pregão, que impulsionou o valor do WTI até os US$ 46,17.

Este aumento aconteceu paralelamente à alta da Bolsa de Wall Street, e coincidia com a divulgação dos dados mais recentes de petróleo e combustíveis armazenados neste país na semana passada, que refletiram um crescimento leve nas reservas da commodity.

Por outro lado, as reservas de gasolina aumentaram em 3,8 milhões de barris, elevando o total a 202,7 milhões, um volume que fica 1,8% abaixo do nível de 2007 na mesma época.

As reservas de destilados, categoria que inclui o gasóleo de calefação e o diesel, aumentaram em 5,6 milhões de barris e o total subiu para 130,6 milhões, um número que é, no entanto, 3% inferior ao do ano passado. EFE vm/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.