Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Barril do Texas sobe 4,5% em Nova York

Nova York, 13 out (EFE) - O preço do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) subiu hoje 4,5% e fechou o dia a US$ 81,19 em Nova York, em um pregão no qual Wall Street e outras bolsas mundiais registraram fortes altas.

EFE |

Ao fim do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos de WTI para entrega em novembro subiram US$ 3,49 e fecharam acima dos US$ 80, após terminarem abaixo desse valor na sexta-feira.

Os contratos de gasolina, gasóleo e gás natural também registraram altas significativas, após as fortes quedas experimentadas em pregões recentes.

Os contratos de gasolina para entrega em novembro subiram US$ 0,11 em relação ao preço anterior e finalizaram a US$ 1,9176 o galão (3,78 litros).

Já o gasóleo para esse mesmo mês teve alta de quase US$ 0,13, até os US$ 2,3410 o galão.

O gás natural para novembro subiu US$ 0,15, até os US$ 6,68 por mil pés cúbicos.

O WTI modificou hoje a forte tendência de baixa que tinha seguido nos últimos três pregões, paralelamente ao aumento registrado pelas bolsas de Valores de Nova York e outras européias.

As medidas urgentes que os países mais ricos do mundo e outras nações se comprometeram a aplicar para restaurar a confiança interbancária e elevar a liquidez de entidades com problemas encorajaram hoje expectativas de que isso beneficiará as economias.

Com isso, seria possível estimular a demanda de petróleo e combustíveis.

A Agência Internacional da Energia (AIE) revisou na semana passada em baixa seus cálculos de crescimento da demanda em 2008 e 2009, devido a uma piora das perspectivas econômicas, o que pressionou imediatamente o preço do petróleo.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) se propõe a analisar em reunião de emergência a situação da economia mundial e dos mercados financeiros em 18 de novembro, para determinar o efeito da crise atual no mercado do petróleo e nos preços. EFE vm/db

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG