Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Barril do Brent sobe 1,83% e volta a superar barreira dos US$ 50

Londres, 6 jan (EFE).- O preço do barril de petróleo Brent subiu hoje 1,83% no mercado de futuros de Londres, e voltou a se situar acima da barreira psicológica dos US$ 50.

EFE |

O barril do petróleo do Mar do Norte, o cru de referência na Europa, para entrega em fevereiro terminou a sessão aos US$ 50,53, US$ 0,91 a mais que no fechamento da segunda-feira.

Em sua maior cotação no dia, o Brent chegou a US$ 52,21, enquanto o mínimo foi de US$ 48,60, US$ 1,02 abaixo do último fechamento.

Desta maneira, o mercado de futuros de Londres mantém sua escalada constante desde a última semana do ano passado, e se situa no nível do fim de novembro.

Desde o período do Natal, o Brent subiu cerca de 32%, com um máximo à véspera do Réveillon, quando o preço subiu 13,5%.

Impulsionado inicialmente pela decisão dos Emirados Árabes Unidos de reduzir sua produção para cumprir o último corte estipulado pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), e encorajado pelas notícias de que as reservas americanas subiram menos que o esperado, o petróleo parece ter rebatido dos mínimos abaixo dos US$ 40 por barril que alcançou em meados de dezembro.

Nos últimos dias, o impulso veio também da escalada do conflito bélico na Faixa de Gaza e da disputa pelo gás entre Rússia e Ucrânia.

Após atingir em julho do ano passado um recorde histórico que superou os US$ 147, o Brent caiu mais de US$ 100, arrastado especialmente pela redução da demanda por parte dos países consumidores como conseqüência da crise econômica.

Apesar do sprint dos últimos dias, os analistas não acreditam que o preço do petróleo subirá com força a curto prazo e se aproximar do nível de US$ 150 de meados de 2008. EFE fpb/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG