Londres, 3 mai (EFE).- O preço do barril de petróleo Brent, de referência na Europa, subiu ao valor máximo em quase dois anos por causa do vazamento de petróleo no Golfo do México, cotado hoje a US$ 88,41.

Londres, 3 mai (EFE).- O preço do barril de petróleo Brent, de referência na Europa, subiu ao valor máximo em quase dois anos por causa do vazamento de petróleo no Golfo do México, cotado hoje a US$ 88,41. Assim, às 9h10 (de Brasília), o preço do Brent correspondente a junho, era negociado US$ 0,97 a mais que ao término do pregão de sexta-feira, quando o barril fechou valendo US$ 87,44 (1,1% a menos que hoje). Durante o pregão de hoje, a cotação do Brent chegou a valer US$ 88,47 e segue tendência do pico atingido em 10 de junho de 2008, quando se chegou a pagar US$ 88,65 pelo barril. O preço do Brent seguia o pregão com tendência de alta que marcou os últimos dias, diante das incertezas geradas pelo vazamento de petróleo no litoral americano, no Golfo do México. A companhia petrolífera britânica British Petroleum (BP) assegurou hoje mesmo que tomará "todas as medidas possíveis" para conter a expansão da mancha negra de petróleo. Além disso, a empresa garantiu que pagará indenizações pelos danos causados. Por sua vez, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse ontem que poderiam ser necessários "muitos dias" antes que se detenha o vazamento de óleo no Golfo do México, o que ameaça provocar o pior desastre ecológico da história do país. Esse desastre é visto pelos analistas como uma variável de alta na negociação dos preços do petróleo, já que poderia provocar interrupções no fornecimento de petróleo a curto prazo. Nos últimos dias, o preço do Brent seguiu tendência de alta no mercado de futuros londrino por causa do enfraquecimento do dólar e dos bons resultados da economia americana divulgados no final da semana passada. EFE prc/sa

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.