Publicidade
Publicidade - Super banner
enhanced by Google
 

Barril da Opep é negociado em alta

Viena, 16 dez (EFE).- O barril da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) registrou na segunda-feira uma alta de 3%, para US$ 42,53, informou hoje em Viena o Secretariado do cartel.

EFE |

O barril da Opep registrou sua terceira alta consecutiva em um ambiente de expectativa diante de sua reunião amanhã, e na qual decidirá sobre um novo corte de sua produção.

Ontem, o presidente da Opep e ministro da Energia argelino, Chakib Khelil, voltou a insistir em que o grupo reduzirá sua produção, mas não quis precisar o volume desse corte.

"É evidente que a Opep vai reduzir a produção", disse Khelil, que considerou que há um excedente de provisões de cerca de 400 milhões de barris diários, acumulado nos estoques (reservas armazenadas) de petróleo nos países consumidores.

Essas reservas cobrem hoje as necessidades petrolíferas desses países por 57 dias, enquanto a meta da Opep é, segundo seu presidente, que os estoques caiam até que voltem a cobrir 52 dias.

A cota oficial de produção do cartel, sem incluir a produção de Iraque e Indonésia, é atualmente de 27,3 milhões de barris diários (mbd), depois que em outubro foi acordada uma redução de 1,5 mbd.

EFE as/mh

Leia tudo sobre: home

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG