Viena, 8 jan (EFE).- O barril de petróleo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) foi vendido na quarta-feira a US$ 45,75, US$ 0,52 a menos que no pregão anterior, informou hoje o Secretariado do cartel, em Viena.

Os analistas atribuem a queda aos dados divulgados ontem nos Estados Unidos sobre um forte aumento dos estoques de petróleo.

O crescimento dessas reservas, junto com outras notícias que confirmam a deterioração da conjuntura mundial, intensificou a percepção de que a demanda energética se encontra em retrocesso.

Em conseqüência, os valores do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve), referência para os EUA, e do Brent, de referência na Europa, registraram ontem uma de seus maiores quedas em um pregão, ao perder 12,2% e 9,2%, para US$ 42,63 e US$ 45,86 por barril, respectivamente.

A Opep também informou hoje que o petróleo da Indonésia foi retirado do barril referencial do grupo, porque o país asiático deixou de ser membro do cartel em 1º de janeiro. EFE wr/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.