Tamanho do texto

Paris, 6 mai (EFE).- O comissário para o Mercado Interno e Serviços europeu, o francês Michel Barnier, garantiu hoje que a Europa "não está em perigo" pela crise grega e que em Bruxelas ninguém cogita que a Grécia deixe de utilizar o euro.

Paris, 6 mai (EFE).- O comissário para o Mercado Interno e Serviços europeu, o francês Michel Barnier, garantiu hoje que a Europa "não está em perigo" pela crise grega e que em Bruxelas ninguém cogita que a Grécia deixe de utilizar o euro. "Diante da crise grega, inédita, a Europa reagiu no plano político, econômico e monetário", segundo o comissário europeu, que insiste que a região "não está em perigo", mas "demonstrou sua capacidade de reação e de unidade". Em declarações ao jornal "Le Parisien", Barnier destaca que após a aprovação do plano europeu de resgate da Grécia os contadores voltaram à estaca "zero". Alemanha não pode ser critica por ter atrasado o apoio a esse plano porque é preciso respeitar "a sensibilidade" do debate gerado em cada país em torno desta crise. Sobre a possibilidade que esta crise contagie outros Estados-membros da União Europeia (UE), assegura que "as situações dos diferentes países não se parecem" e considera equivocados os que pensam que essa crise possa colocar a solidariedade da zona do euro em risco. Barnier reconhece, no entanto, que a crise deve levar a reflexão sobre uma série de questões, como a necessidade de que o Pacto de Estabilidade seja objeto de uma vigilância "mais rigorosa" e a confiabilidade das ferramentas estatísticas. Com relação às agências de classificação das dívidas soberanas dos países, o comissário afirma que está questionando a forma como as mesmas trabalham. EFE pi/dm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.